Acontecimentos históricos do dia 2 de Junho

1956 — Começam as obras de construção da antiga usina hidréletrica no Arroio Guaçu, na divisão do então distrito de Quatro Pontes e Novo Sarandi (...)

|| Publicação no extinto Diário do Paraná sobre a formação do capital para a construção da usina hidrelétrica no Arroio Guaçu, ed. 02.6.1955, Ano I , nº 54, p. 4 - Acervo: Biblioteca Nacional Digital - FOTO 1 -
|| Publicação no extinto Diário do Paraná sobre a formação do capital para a construção da usina hidrelétrica no Arroio Guaçu, ed. 02.6.1955, Ano I , nº 54, p. 4 - Acervo: Biblioteca Nacional Digital - FOTO 1 -
|| Vista da barragem em construção da desativada Usina do Guaçu, na segunda metade da década de 1950.
Imagem: Acervo Hertha Hassemer Schade - FOTO 2 -
|| Vista da barragem em construção da desativada Usina do Guaçu, na segunda metade da década de 1950.
Imagem: Acervo Hertha Hassemer Schade - FOTO 2 -
|| Prefeito Municipal de Marechal Cândido Rondon, Arlindo Alberto Lamb, apresentando o seu protesto  ao prefeito municipal de Toledo, Egon Pudell, (a sua direita) contra a pretensão do município de Toledo  em cortar o fornecimento de energia produzida a partir da usina da Rio Guaçu, 1962.
Imagem: Acervo da Família de Arlindo Alberto Lamb - FOTO 3 -
|| Prefeito Municipal de Marechal Cândido Rondon, Arlindo Alberto Lamb, apresentando o seu protesto ao prefeito municipal de Toledo, Egon Pudell, (a sua direita) contra a pretensão do município de Toledo em cortar o fornecimento de energia produzida a partir da usina da Rio Guaçu, 1962.
Imagem: Acervo da Família de Arlindo Alberto Lamb - FOTO 3 -
|| 1ª sede do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, à Rua Ermelino de Leão, 513, na Capital do Paraná.
O órgão foi criado em junho de 1947.
Imagem: Acervo TCEPR - FOTO 4 -
|| 1ª sede do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, à Rua Ermelino de Leão, 513, na Capital do Paraná.
O órgão foi criado em junho de 1947.
Imagem: Acervo TCEPR - FOTO 4 -
|| Destaque do jornal Diário da Tarde sobre a viagem do governador Bento Munhoz da Rocha Neto ao Oeste do Paraná, em junho de 1951. 
Imagem: Acervo Biblioteca Nacional - FOTO 5 -
|| Destaque do jornal Diário da Tarde sobre a viagem do governador Bento Munhoz da Rocha Neto ao Oeste do Paraná, em junho de 1951.
Imagem: Acervo Biblioteca Nacional - FOTO 5 -
|| Recorte do jornal Diário da Tarde destacando a viagem de Bento Munhoz do Rocha Neto ao Oeste do Paraná. 
Imagem: Acervo Biblioteca Nacional - FOTO 6 -
|| Recorte do jornal Diário da Tarde destacando a viagem de Bento Munhoz do Rocha Neto ao Oeste do Paraná.
Imagem: Acervo Biblioteca Nacional - FOTO 6 -
||Ernesto Dall'Oglio, Prefeito de Toledo testando as turbinas da Usina Carlos M. A. Becker, em 1956. Doador da foto: Ernesto Dall'Oglio, em 12/03/2003.
Imagem: Acervo Museu Histórico Willy Barth (Toledo - PR). - FOTO 7 -
||Ernesto Dall'Oglio, Prefeito de Toledo testando as turbinas da Usina Carlos M. A. Becker, em 1956. Doador da foto: Ernesto Dall'Oglio, em 12/03/2003.
Imagem: Acervo Museu Histórico Willy Barth (Toledo - PR). - FOTO 7 -
|| Interior da Igreja Matriz Sagrado Coração de Marechal Cândido Rondon, templo inaugurado em junho de 1968. 
Imagem: Acervo Harto Viteck - FOTO 8 -
|| Interior da Igreja Matriz Sagrado Coração de Marechal Cândido Rondon, templo inaugurado em junho de 1968.
Imagem: Acervo Harto Viteck - FOTO 8 -
|| Pioneiro Rinaldo Ludwig, ele que chegou de mudança em Marechal Cândido Rondon em junho de 1951, fotografado no dia da comemoração de suas Bodas de Ouro. Ele falecido em junho de 1976.
Imagem: Acervo Manuel Canabarro e esposa - FOTO 9 -
|| Pioneiro Rinaldo Ludwig, ele que chegou de mudança em Marechal Cândido Rondon em junho de 1951, fotografado no dia da comemoração de suas Bodas de Ouro. Ele falecido em junho de 1976.
Imagem: Acervo Manuel Canabarro e esposa - FOTO 9 -
|| Ilse Weber coroada Rainha dos Estudante do Colégio Comercial David Carneiro, em junho de 1979.
Imagem: Acervo Projeto Memória Rondonense/Família Ariovaldo Luiz Bier - FOTO 10 -
|| Ilse Weber coroada Rainha dos Estudante do Colégio Comercial David Carneiro, em junho de 1979.
Imagem: Acervo Projeto Memória Rondonense/Família Ariovaldo Luiz Bier - FOTO 10 -
|| Pioneiro Helmuth Lohmann, ele falecido em junho de 1990,  com a esposa Alzira Lembke, junto com a filha Erica nascida em Marechal Cândido Rondon,  sentados no sofá.  Os outros filhos, da esquerda a direita: Rosamaria (Rosmari), Gernot Bodo, Egon Adolpho, Wili Germano e Gerda. 
Fotografia tirada em 1965.  
Imagem: Acervo Wili Germano Lohmann - Nova Petrópolis - RS - FOTO 11 -
|| Pioneiro Helmuth Lohmann, ele falecido em junho de 1990, com a esposa Alzira Lembke, junto com a filha Erica nascida em Marechal Cândido Rondon, sentados no sofá. Os outros filhos, da esquerda a direita: Rosamaria (Rosmari), Gernot Bodo, Egon Adolpho, Wili Germano e Gerda.
Fotografia tirada em 1965.
Imagem: Acervo Wili Germano Lohmann - Nova Petrópolis - RS - FOTO 11 -

|| Olaria da Família Lohmann, a primeira cerâmica instalada na cidade de Marechal Cândido Rondon. 
Imagem: Acervo Wili Germano Lohmann - Nova Petrópolis - RS - FOTO 12 -
|| Olaria da Família Lohmann, a primeira cerâmica instalada na cidade de Marechal Cândido Rondon.
Imagem: Acervo Wili Germano Lohmann - Nova Petrópolis - RS - FOTO 12 -
|| Comerciante italiano Pietro Tabacchi protagonista da imigração da primeira leva de imigrantes italianos do Tirol para o município de Santa Cruz, no Espírito Santo, em 1874.
Imagem: Acervo tiroleses.com.br - FOTO 13 -
|| Comerciante italiano Pietro Tabacchi protagonista da imigração da primeira leva de imigrantes italianos do Tirol para o município de Santa Cruz, no Espírito Santo, em 1874.
Imagem: Acervo tiroleses.com.br - FOTO 13 -
|| Diretor-presidente da Copagril, sr. Ricardo Silvio Chapla, proferindo a palestra da abertura do 7º Congresso de Ciências Agrarias na Unioeste de Marechal Cândido Rondon, em junho de 2014.
Imagem: Acervo Unioeste-MCR - FOTO 14 -
|| Diretor-presidente da Copagril, sr. Ricardo Silvio Chapla, proferindo a palestra da abertura do 7º Congresso de Ciências Agrarias na Unioeste de Marechal Cândido Rondon, em junho de 2014.
Imagem: Acervo Unioeste-MCR - FOTO 14 -
|| Empresário e palestrante motivacional Heinz Schurt  falecido em junho de 2015.
Imagem: Acervo Portal Rondon - FOTO 15 -
|| Empresário e palestrante motivacional Heinz Schurt falecido em junho de 2015.
Imagem: Acervo Portal Rondon - FOTO 15 -
|| Empresário e agricultor Leonardo Balcewicz, de Novo Sarandi, falecido em junho de 2017.
Imagem: Acervo Loja Maçonica Estrela do Oeste - FOTO 16 -
|| Empresário e agricultor Leonardo Balcewicz, de Novo Sarandi, falecido em junho de 2017.
Imagem: Acervo Loja Maçonica Estrela do Oeste - FOTO 16 -
|| Ciclista rondonense Rosângela Cirstina Schmitz no pódio do Circuito Vale do Iguaçu de Mountainbike, em  2019. 
Imagem: Acervo ARC - FOTO 17 -
|| Ciclista rondonense Rosângela Cirstina Schmitz no pódio do Circuito Vale do Iguaçu de Mountainbike, em 2019.
Imagem: Acervo ARC - FOTO 17 -
|| Boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde  de Marechal Cândido Rondon com informação do aumento de 14 para 15 os casos testados positivos para o COVID 19 no município, em começo de junho de 2020.
Imagem: Acervo Imprensa PM-MCR - FOTO  18 -
|| Boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon com informação do aumento de 14 para 15 os casos testados positivos para o COVID 19 no município, em começo de junho de 2020.
Imagem: Acervo Imprensa PM-MCR - FOTO 18 -
|| Pioneiro rondonense Antonio Favarin, falecido em junho de 2020.
Imagem: Acervo Capela São Paulo de Vila Curvado - FOTO 19 -
|| Pioneiro rondonense Antonio Favarin, falecido em junho de 2020.
Imagem: Acervo Capela São Paulo de Vila Curvado - FOTO 19 -
|| Padre diocesano Adair Bennemann, vigário da Paróquia Santa Rosa de Lima, de Nova Santa Rosa, falecido em começo de junho de 2021. 
Imagem: Acervo Diocese de Toledo (PR) - FOTO 20 -
|| Padre diocesano Adair Bennemann, vigário da Paróquia Santa Rosa de Lima, de Nova Santa Rosa, falecido em começo de junho de 2021.
Imagem: Acervo Diocese de Toledo (PR) - FOTO 20 -
|| Assinatura do ato de recondução dos deputados estaduais  Fernando Francischini (c), Emerson Bacil e Cassiano Caron (d), pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná,  junto com o 1º secretário da Casa, deputado Cláudio Romanelli (de máscara à esquerda), em junho de 2022.
Imagem: Acervo ALEP - Orlando Kissner/Alep - FOTO  21 -
|| Assinatura do ato de recondução dos deputados estaduais Fernando Francischini (c), Emerson Bacil e Cassiano Caron (d), pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, junto com o 1º secretário da Casa, deputado Cláudio Romanelli (de máscara à esquerda), em junho de 2022.
Imagem: Acervo ALEP - Orlando Kissner/Alep - FOTO 21 -
|| Hortência Marcari com o diretor-presidente da Copagril, Elói Darci Podkowa. Ela ministrou palestra em Marechal Cândido Rondon em junho de 2023.
Imagem: Acervo Comunicação Copagril - FOTO 22 -
|| Hortência Marcari com o diretor-presidente da Copagril, Elói Darci Podkowa. Ela ministrou palestra em Marechal Cândido Rondon em junho de 2023.
Imagem: Acervo Comunicação Copagril - FOTO 22 -
|| Convite para a jesta junina municipal de Marechal Cândido Rondon, em junho de 2023.
Imagem: Acervo Imprensa PM-MCR - FOTO 23 -
|| Convite para a jesta junina municipal de Marechal Cândido Rondon, em junho de 2023.
Imagem: Acervo Imprensa PM-MCR - FOTO 23 -
|| Músico Kelvin Diniz que se apresentou em Marechal Cândido Rondon, em junho de 2023.
Imagem: Acervo Palco MP 3 - FOTO 24 -
|| Músico Kelvin Diniz que se apresentou em Marechal Cândido Rondon, em junho de 2023.
Imagem: Acervo Palco MP 3 - FOTO 24 -
|| Cristina Douclos, diretora executiva de Marketing e Experiência do Sicredi, em junho de 2023.
Imagem: Acervo Sicredi - FOTO 25 -
|| Cristina Douclos, diretora executiva de Marketing e Experiência do Sicredi, em junho de 2023.
Imagem: Acervo Sicredi - FOTO 25 -
|| Odair Dalagasperina, diretor executivo de Produtos e Negócios do Sicredi, em junho de 2023.
|Imagem: Acervo Sicredi - FOTO 26  -
|| Odair Dalagasperina, diretor executivo de Produtos e Negócios do Sicredi, em junho de 2023.
|Imagem: Acervo Sicredi - FOTO 26 -
|| Boletim metereológico do sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (SIMEPAR) para Marechal Cândido Rondon,  com previsão para o dia 02 de junho de 2024 e dias seguintes.
Imagem: Acervo do Órgão citado - FOTO 27 -
|| Boletim metereológico do sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (SIMEPAR) para Marechal Cândido Rondon, com previsão para o dia 02 de junho de 2024 e dias seguintes.
Imagem: Acervo do Órgão citado - FOTO 27 -
|| Amanhecer na cidade de Quatro Pontes(PR), em 02 de junho de 2024.
Imagem: Acervo e crédito de Afonso Francener - FOTO 28 -
|| Amanhecer na cidade de Quatro Pontes(PR), em 02 de junho de 2024.
Imagem: Acervo e crédito de Afonso Francener - FOTO 28 -
|| Entaredecer na  região de Cascavel (PR), em 02 de junho de 2024.
Imagem: Acervo e crédito Ailton Santos - FOTO 29 -
|| Entaredecer na região de Cascavel (PR), em 02 de junho de 2024.
Imagem: Acervo e crédito Ailton Santos - FOTO 29 -

1889 — Telegrama transmitido de Guarapuava informa a chegada, à margem esquerda do Rio Paraná, 4 léguas acima da foz do Iguaçu, da turma exploradora comandada pelo Tenente Firmino¹:

"Guarapuava, 15 de Junho.
Tenente Firmino com turma de exploração chegou no dia 2 ao Parana, 4 leguas acima da foz do Iguassú, Grande enthusiasmo popular" (Estradas Estratégicas do Paraná. Curitiba: Dezenove de Dezembro, anno XXXVII , nº 45 (3784), ed. 19 de junho de 1889, p. 1 — Biblioteca Nacional Digital).  

 

¹José Joaquim Firmino (nota do pesquisador). 

___________________________________

1947 — É criado através do Decreto-Lei nº 627, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná, com base na atribuição do artigo 6º, inciso V, do Decreto-Lei nº 1.202, de oito de abril de 1939, no lugar do Conselho Administrativo do Estado.

A primeira sede do órgão de controle e fiscalização das contas do Estado e dos Municípios, foi à Rua Ermelino de Leão 513, na Capital do Estado. -- FOTO 4 --
 

Saber mais, clique aqui

___________________________________

1951 — O extinto jornal curitibano "Diário da Tarde" noticia que o governador paranaense Bento Munhoz da Rocha Neto iniciou viagem ao Oeste do Paraná, saíndo de Curitiba de avião com destino a Foz do Iguaçu, para inspecionar obras estavam sendo realizadas na região.

Durante o seu périplo visitou, de veículo automor, também a cidade de Guaíra, Toledo, Cascavel e Laranjeiras do Sul e retornando a Curitiba no dia 06 de junho (Diário da Tarde. Curitiba: ed. 17337, de 02.6.1951, p. 1, e ed. 17340, de 06.06.1951, p. 1 —  Bblioteca Nacional.  -- FOTOS 5 e 6 --

O jornalista Luiz Alberto Martins da Costa escreve sobre a visita do governador à cidade de Toledo:
 

" Em junho de 1951 - o governador Bento|Munhoz da Rocha Neto visita Toledo, atendendo convite de Egon Werner Bercht e demais dirigentes da Colonizadora Maripá. São mais de 6 horas de viagem desde Foz do Iguaçu, em estrada de chão batido, no meio da floresta, em caminhonete e jeep. A chegada acontece numa sexta-feira e o governador permanece em Toledo no final de semana, hospedado na Casa Canônica, do padre Antônio Patuí. Ao se despedir, afirma: " Isto aqui que vocês fizeram é um verdadeiro milagre. E este milagre fez que Toledo se tornasse a menina dos meus olhos". Em Curitiba, repete a frase a jornalistas e ela vira manchete do jornal Diário do Paraná. A visita e o conhecimento pessoal do potencial do povoado são decisivos para a criação do município, em 14 de novembro daquele ano" (COSTA, Luiz Alberto Martins da. Calendário Histórico de Toledo — Cronologia de Fatos, Registros e Curiosidades da História do Município de Toledo. Toledo: GFM Gráfica & Editora, 2009, p. 144 e 145). 


____________________________________

1956 — É "acionada , às 15h30, a 1ª usina de energia de Toledo, denominada Carlos Mathias Becker e construída pela Prefeitura no Rio São Francisco. Até então, a cidade era abastecida por gerador movido a óleo diesel, instalado pela Colonizadora Maripá em 1948, que só fornecia eletricidade a moradores e empresas das 18h às 22h. A usina tem a capacidade de geração de 600 KWA, elevada para 1.500 KWA no inicio dos anos de 60" (COSTA, Luiz Alberto Martins da. Calendário Histórico de Toledo — Cronologia de Fatos, Registros e Curiosidades da História do Município de Toledo. Toledo: GFM Gráfica & Editora, 2009, p. 123). 

Os equipamentos e materiais necessários para a instalação da pequena central de produção hidrelétrica foram adquiridos na Capital Paulista. A primeira carga chegou em meados de novembro de 1955, transportada por um caminhão do Departamento de Fronteiras, órgão do Governo do Paraná. As demais cargas também foram transportadores por veículos do referido departamento.

"Os trabalhos de construção da casa das máquinas está sendo dirigido pelo sr. Neumayer, competente engenheiro da firma Elin do Brasil, sob cuja responsabilidade está progredindo a obra" (NIEDERAUEROndy H. De Toledo — Usina Hidroelétrica. Curitiba: Diário do Paraná, Ano 1, nº  199, ed. 24 de novembro de 1955, p. 5 - Primeiro Caderno  — Biblioteca Nacional Digital). -- FOTO  7  --

___________________________________


1956 — Começam as obras de construção da antiga usina hidrelétrica no Arroio Guaçu, na divisa dos então distritos toledanos¹ de Quatro Pontes e  Novo Sarandi, para abastecer de energia elétrica as localidades de General Rondon, Quatro Pontes, Novo Sarandi e Vila Nova, estas duas comunidades atualmente (28.05.2017) continuam pertencendo ao município de Toledo,  e Nova Santa Rosa.

A capacidade geradora prevista da usina foi de 450KWA.

Para a implantação de pequena hidrelétrica, a colonizadora Maripá ofereceu uma contribuição de 450 mil cruzeiros, enquanto a arrecadação entre os moradores das localidades beneficiadas foi de 550 mil cruzeiros. A maior contribuição voluntária veio dos moradores de General Rondon².

A campanha de captação de dinheiro tinha começado em 20 de maio de 1955 (COSTA, Luiz Alberto Martins da. Calendário Histórico de Toledo — Cronologia de Fatos, Registros e Curiosidades da História do Município de Toledo. Toledo: Gráfica e Editora GFM, 2009. p.116 e 122). -- FOTOS 1, 2  e 3 --
 

¹ Gentílico do município de Toledo (PR). 
 

² Em 1961 quando a Prefeitura de Toledo aventou de cortar o fornecimento da energia da usina para Marechal Cândido Rondon, por ter se emancipado, a reação e o protesto da população rondonense foram muito grandes e veementes, liderados pelo prefeito Arlindo Alberto Lamb. O que levou a prefeito toledano desistir da pretensão (NB).

___________________________________

1960 — Chega de mudança na  sede distrital rondonense¹ de Margarida, o pioneiro Nicolau Léo Adams, procedente da cidade de Santa Rosa (RS), na companhia da esposa e dez dos 11 filhos (O Presente).
 

¹ Gentilício de Marechal Cândido Rondon (PR).

___________________________________

1974 — É inaugurada a nova igreja matriz da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, da sede municipal de Marechal Cândido Rondon (nota do pesquisador). -- FOTO 8 --

___________________________________

1976 — Falece aos 75 anos o pioneiro rondonense Rinaldo Ludwig, casado com a senhora Maria Ludwig. O casal chegou em Marechal Cândido Rondon em 07 de agosto de 1951. Aqui construiu a primeira serraria¹ no período colonizatório da Maripá.

Rinaldo tornou-se muito conhecido por ser um exímio “arrumador de ossos e massagista” e pela sua participação na comunidade católica de Marechal Cândido Rondon, da qual foi eleito primeiro presidente.

O pioneiro era natural de Venâncio Aires/RS, filho de Maria e João Ludwig.

O óbito está assentado no Registro Civil de Marechal Cândido Rondon no Livro C-03, fls. 119, termo 053, lavrado em 03/06/1976 (nota do pesquisador). -- FOTO 9 --
 

¹ A primeira serraria instalada no atual município de Marechal Cândido Rondon pertenceu ao argentino Julio Allica, no empreendimento Porto Artaza (hoje submerso pelas águas de Itaipu Binacional), de sua propriedade no atual distrito rondonense de Porto Mendes. A instalação da serraria presume-se que aconteceu ainda antes de 1910 (nota do pesquisador).

___________________________________

1977 — Acontece a conclusão da colocação dos arcos da construção da cobertura do mini-ginásio do Ginásio Estadual Eron Domingues, na sede municipal de Marechal Cândido Rondon (nota do pesquisador).

___________________________________

1979 — O Grêmio Estudantil John Kennedy, do Colégio Comercial David Carneiro, de Marechal Cândido Rondon, realiza baile de escolha da rainha do colégio. O grupo de jurados composto pelos casais rondonenses  Ledi e Elio Winter, Zakio e Luiz Fernando Tuma e Rose e Egon Wanderer, e mais, Neuza Ipoli Osawa, definiu como 2ª princesa, a estudante Lia Margareth Layter; 1ª princesa, Liselote Reinheimer; e rainha, Ilse Weber (Rondon e Palotina Hoje. Marechal Cândido Rondon: nº 88, ed. 05 a 12 de junho de 1979, p. 15). -- FOTO 10 --

___________________________________

1983 — Acontece, com procissão, a celebração de Corpus Christi na Matriz Católica Sagrado Coração de Jesus (Rádio Difusora do Paraná AM. Frente Ampla de Notícias. Marechal Cândido Rondon: vol. 99, p. 23.06.1983. Programa de Rádio.).

___________________________________

1990 — Falece em Nova Petrópolis (RS) o pioneiro rondonense Helmuth Lohmann, aos 74 anos. Chegou na vila de General Rondon em outubro de 1952, na companhia da esposa Elsira Lemcke e dos filhos¹ Egon Adolfo, Rosemari, Gerda, Wili Germano e Gernot Bodo, procedente de Concórdia (SC). Em Marechal Cândido Rondon nasceu a filha Erica, em 1960.
 

¹ Egon Adolfo foi pastor em São Borja (RS), casou com Lori Vetter em Sapiranga (RS) em 1970 e fixou residência em Picada Café (RS), vindo a enviuvar em 1976. Mudou para Jaraguá do Sul (SC) e contraiu matrimônio em segundas núpcias com Rubia Froehner. Residem agora (2020) em Curitiba (PR).

Rosemari casou-se com Fred Koniecziniak (filho do casal pioneiro rondonense Teodoro e Ursula (Schmitz) Koniecziniak). Moram em Curitiba (2020), assim como Gerda Lohmann, solteira, enfermeira aposentada.

Wili Germano Lohmann casou-se com Marly Weiss, em São Bento do Sul (SC). Residem (2020) em Nova Petrópolis (RS).

Gernot Bodo Lohmann casou-se com Circe Rasche em Nova Petropolis, onde moram.

Erica Lohmann casou-se com Ivo Barreto de Souza, de Sideropolis (SC). Moram (2020) em Blumenau (SC).
 

Inicialmente, em General Rondon, Helmuth Lohmann se dedicou à venda de terras para colonizadoras em diversos municípios do Oeste do Paraná. Anos depois instalou uma olaria onde atualmente (em 2017), estão os Loteamentos Port I e PII.

Em 1971 a família Lohmann se mudou para São Bento do Sul (SC). Alguns anos depois, fixou residência na cidade de Nova Petrópolis (RS).

Helmuth Lohmann nasceu em Erebango (RS), em 14 de novembro de 1915, filho de  Adolfina (nascida Ruppenthal, em Três Coroas - RS) e Valentim Lohmann (nascido em Roca Sales, RS). Casou-se em 31 de maio de 1942 com Elsira Lemcke, nascida em Marcelino Ramos (RS), filha de Elma  (nascida Hofstaetter, em Nova Petrópolis, RS) e de Carlos Alberto Lemcke (nascido em Pelotas, RS). -- FOTOS 11 e 12--

A edição do Newsletter da Família Lohmann no Brasil, nº 12, edição de outubro de 2009, p. 01, em matéria sobre Helmuth Lohmann relata:
 


“Casou com Elsira Lemke no ano de 1942, vindo a morar em Concórdia - SC. Ali estabeleceu-se com uma próspera casa de comércio de 'secos e molhados' [na localidade de Arabutã, grifo nosso], vendendo desde os produtos básicos, como açúcar e arroz (tinha descascador próprio), passando por um grande estoque de fazendas, até chapéus de feltro. Anexo à casa de comércio mantinha ainda, salão de baile e cancha de bolão. Em 1946, ele e a esposa adoeceram do tifo, tido na época como doença incurável. Então, na casa dos pais dele, ambos submeteram-se a tratamento alternativo de banhos de água, sendo curados. Ao retornarem, contudo, às atividades, o medo do contágio fez com que perdessem praticamente toda a freguesia, impossibilitando a continuação dos trabalhos. Com a venda do comércio o sr. Helmuth investiu o valor correspondente numa cerâmica no interior de Concórdia [na localidade de Santo Antônio, grifo nosso]. Pouco depois, no final dos anos quarenta, com o início da colonização do Oeste do Paraná, tornou-se corretor de terras da 'Madeireira e Colonizadora Rio Paraná’ (Maripá) e mais tarde da colonizadora 'Pinho e Terras'. Vindo a residir em Marechal Cândido Rondon - PR, viajava ao Rio Grande do Sul e Santa Catarina, buscando e trazendo eventuais compradores de terras agricultáveis, bem como de terrenos urbanos. Assim, tornou-se pioneiro e participou ativamente do crescimento de toda aquela região e, onde hoje, se localizam prósperas cidades como Palotina, Matelândia, Maripá, Marechal Cândido Rondon, Céu Azul, entre outras. Ainda nos anos cinquenta, estabeleceu-se mais uma vez no ramo da cerâmica, a primeira de Marechal Cândido Rondon. Em 1972, a família mudou-se para São Bento do Sul e a partir daí, o Sr. Helmuth começou a venda da raiz medicinal Tayuyá, que mais tarde, se tornou conhecida em todo o Sul do país. Em 1977, mudou-se para Nova Petrópolis - RS, continuando nos ramos das ervas medicinais, produzindo também pomadas, sabonetes e shampoos de ervas e raízes medicinais. O Sr. Helmuth foi incentivador da cultura, mormente da língua e cultura alemã, incentivando a leitura, o canto coral, sendo colaborador e escrevendo artigos para o jornal bilíngue 'Brasil Post'. Foi incentivador e co-fundador de escolas e do primeiro ginásio de Mal. Cândido Rondon, de vários corais [em Marechal Rondon foi co-fundador do Clube Aliança, grifo nosso] e clubes recreativos”.

___________________________________

2003 — É realizada a interiorização da administração municipal de Marechal Cândido Rondon, no distrito rondonense de Novo Três Passos (nota do pesquisador)

___________________________________

2008 — Pela lei nº 11.687/2008, é instituido oficialmente no Brasil, o Dia Nacional do Imigrante Italiano. A data escolhida para a comemoração foi o dia 21 de fevereiro, em homenagem a primeira leva de imigrantes italianos que chegaram ao Brasil, no Espírito Santo, em 1874, organizada por Pietro Tabacchi.

No Sul do Brasil, os primeiros imigrantes italianos foram as famílias de Luigi Sperafico, Tomaso Radaelli e Stefano Crippa, Elas se estabeleceram na atual localidade de Nova Milano, no município de Farroupilha (RS).

O Brasil é o país com a mais forte presença dedescendência italiana no mundo (nota do pesquisador). -- FOTO 13 --

_____________________________________

2014 — É aberto o 7º Congresso de Ciências Agrárias do campus Unioeste de Marechal Cândido Rondon, com o tema “Tecnologia de Informação Aplicada à Agropecuária”.

O Congresso segue até o dia 05 de junho. Integrou também a programação do evento o 4º Encontro Regional de Controle Alternativo (ERCA). A palestra de abertura foi proferida pelo presidente da Copagril, senhor Ricardo Silvio Chapla (nota do pesquisador). -- FOTO 14 --

___________________________________

2014 — São abertas as duas primeiras unidades de atendimento da Sicredi Aliança SP/PR, no Estado de São Paulo, nas cidades de Barretos e Orlândia (O Presente).

___________________________________

2015 — Falece vitima de enfarte, o empresário de palestras motivacionais, o rondonense Heinz Artur Schurt, na cidade de Florianópolis, onde residia. Seu corpo é sepultado no cemitério municipal de Marechal Cândido Rondon (nota do pesquisador). -- FOTO 15 --

___________________________________

2016 — Acontece o Dia de Campo da Milho Safrinha da Copagril, na Estação Experimental da cooperativa, em Marechal Cândido Rondon.

___________________________________

2017 — Os motoristas rondonenses homens têm 20 vezes mais carteiras cassadas do que as mulheres (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 02 de junho de 2016, p. 32 e 33).

___________________________________

2017 — Falece o empresário e agricultor Leonardo Balcewicz, morador no distrito de Novo Sarandi, município de Toledo (PR). De 1964 a 1968 foi vereador do referido distrito na Câmara Municipal da cidade paranaense citada.

Seu corpo é sepultado no cemitério público da sede distrital de Novo Sarandi.
 

Histórico

Leonardo Balcewicz, nascido em 22 de setembro de 1930, na cidade de Guarapuava, Paraná, filho de Casemiro Balcewicz, de naturalidade polonesa e Emília Balcewicz, de naturalidade brasileira.

A família mudou muitas vezes de residência durante sua infância e, junto com seus 10 irmãos, foram primeiramente para a cidade de São Gabriel depois para São Sepé, na região da fronteira com o Uruguai e Argentina. Após essas mudanças, acabou se estabelecendo em Santa Rosa-RS, tendo uma infância muito dura com trabalhos braçais e vida de peão. Realizou os primeiros anos no colégio para aprender a ler e escrever, mas por causa da necessidade de subsistência, concluiu os estudos somente quando foi servir o Exército.

As condições sempre foram difíceis para a família. Quando ingressou no quartel, Leonardo permaneceu durante 15 anos na instituição. Recebia parte do soldo e direcionava para casa com a intenção de colaborar no sustento de sua mãe e irmãos, pois seu pai era representante comercial e permanecia durante meses fora de casa. Na condição de militar, fruto de seu comprometimento e esforço, foi condecorado em várias oportunidades por mérito, chegando à condição de instrutor de Mecânicos de Carros de Combate.

Casemiro Balcewicz era um inventor autodidata e de uma maneira rústica, com madeira e muita criatividade, inventou a primeira máquina para fazer tijolos furados, ainda em Santa Rosa – RS. A pequena empresa familiar começou e precisava de investimento para conquistar mercado.

Percebendo que a região Oeste do Paraná se revelava muito promissora, em decorrência da qualidade das terras e do clima, a família resolveu iniciar uma pequena olaria na cidade de Cascavel. Os irmãos de Leonardo, Victor (in memória) e Júlio Balcewicz e o pai Casemiro iniciaram o negócio e trabalharam 365 dias, mas não conseguiram produzir um tijolo sequer, por causa da qualidade da argila do lugar. Isso já era meados de 1960, e de maneira quase que desesperada, vieram até Toledo à procura de jazidas de argila para tentar novamente a instalação de uma olaria, chegando até o Distrito de Novo Sarandi.

A empresa iniciou as suas atividades, agora com uma argila de qualidade. Nesse período, enquanto a família procurava solução para a empresa, parte do soldo de Leonardo como militar continuava sendo importante para o sustento dos seus, mas diante da necessidade de mão de obra capaz de arrumar as máquinas ele juntou-se à família no empreendimento toledano. Em 1961, Leonardo Balcewicz veio somar forças com seus familiares na Cerâmica Balcewicz para ela poder trabalhar ininterruptamente, unindo a realização pessoal e a necessidade da família.

Em 10 de maio de 1966, casou-se com Orieta Irene Timm Balcewicz e tiveram seus 3 filhos: Regina Timm Balcewicz Nesello, Elizabeth Timm Balcewicz e Leonardo Balcewicz Junior. Na condição de rádio-amador PY5-BWZ, Leonardo mantinha sempre contato com muitas pessoas que precisavam de informações de familiares ou mesmo em casos de urgência, pois na época não existia telefone. O serviço era prestado por Leonardo com a satisfação de colaborar com o benefício da região e daqueles que aqui moravam e tornou-o conhecido na comunidade.

Por seu empenho e dedicação, foi procurado por Egon Pudell, grande liderança política da época, para representar o Distrito de Novo Sarandi na Câmara Municipal. Numa campanha de 30 dias, mesmo não conhecendo muitas pessoas na região e sem ter disponibilidade de recursos financeiros, foi eleito para o Poder Legislativo do jovem município. Leonardo Balcewicz exerceu seu mandato de 1964 à 1968, na Quarta Legislatura da Câmara Municipal de Toledo.

Durante seu mandato Leonardo Balcewicz desenvolveu inúmeras atividades em favor da comunidade e teve participação importante em algumas conquistas históricas do jovem município. Entre elas podem ser citadas a criação e construção do Colégio CNC (Campanha Nacional Educandários da Comunidade), hoje Escola Municipal Orlando Luiz Basei; colaboração com as negociações e incentivos para a instalação da então Sadia em Toledo e participação ativa para a criação das cooperativas do Oeste, junto com lideranças como Friedrich Isemberg, Leonardo Copetti e Eugênio Caspari. No caso da Sadia, a empresa catarinense iniciava sua expansão comprando o Frigorífico Pioneiro, em Toledo, quando Leonardo Balcewicz muito ajudou o diretor Pedrinho Furlan, contribuindo para que Attílio Fontana pronunciasse a frase “Alguém queira ou não queira as organizações Sadia permanecerão em Toledo”.

A saída de Leonardo Balcewicz da vida política foi motivada pela palavra empenhada com a esposa, Dona Orieta, de que não seria mais candidato a cargos públicos. Assim, passou a dedicar-se exclusivamente à agricultura e cerâmica, atividade encerrada após 36 anos no Distrito de Novo Sarandi, passando à condição de aposentado e agricultor, mas sempre residindo no mesmo distrito toledano.

Recebeu o título de Cidadão Honorário de Toledo em sessão solene no Teatro Municipal no dia 15 de dezembro, conforme a Lei “R” nº 73, de 12 de julho de 2016 (Câmara Municipal de Toledo). -- FOTO 16 --
 


___________________________________
 

2019 — Foi o dia de maior volume de precipitação pluviométrica na cidade de Marechal Cândido Rondon, durante o mês de junho: 12mm.

___________________________________

2019 — A ciclista rondonense Rosângela Cristina Schmitz vence a 2ª etapa do Circuito Vale do Iguaçu de Mountainbike, na cidade Dois Vizinhos, na categoria "Sport Master - Master Feminino". 

O evento foi disputado em duas categorias:Pro (94 km) e Sport (48 km). 

Na categoria "Sport", outros ciclistas rondonenses obtiveram classificações: Jean Michel, 3º lugar Master A1; Jeferson Smaniotto, 4º lugar na Master B2; Fernando Ribeiro, 5º na Master A Feminino; Rodrigo Berhofer, 7º na Sub 18; Mtaheus Vorpagel, 8ª na Sub-30; André Freitag, 10º na Master A2; Leonardo Schaufelberger, 13º na Master A1; João Paulo Chaves, 13º na Sub 50; Thomas Neumester, 15º na Sub 18; e Douglas Thomas, 16º na Sub 30.

A categoria "Pro" foi disputada por dois rondonenses: Marco Aurélio Stenzel classificou-se em 4º lugar na Master B2; e Andrei Kuntz ficou em 7º na Sub-30 (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 04 de junho de 2019). -- FOTO 17 --

___________________________________

2020 — O prefeito municipal Marcio Andrei Rauber, de Marechal Cândido Rondon, anuncia investimentos de 5 milhões no município em pavimentações com pedras poliédricas e asfaltamento, com recursos próprios e de emendas parlamentares, assim previstos e cujos valores de custos podem ser menores com a licitação:
 

ITAIPU/CONTRAPARTIDA DO MUNICÍPIO

- 2ª etapa – Margarida a São Cristóvão

Valor: R$ 654.000,00

Metragem: 18.100 m²

- Linha Neuhaus

Valor: R$ 612.000,00

Metragem: 18.100 m²

EMENDA DO DEPUTADO FEDERAL EVANDRO ROMAN

- Linha Havaí (nome coreto Avaí, grifo nosso).

Valor: R$ 434.000,00

Metragem: 11.880 m²

- Linha São Cristóvão até a divisa com Toledo

Valor: R$ 280.000,00

Metragem: 7.780 m²

- Linha Schmidt

Valor: R$ 432.000,00

Metragem: 12.156 m²

 - Linha Wilhelms

Valor: R$ 438.000,00

Metragem: 12.048 m²

- Linha Cinco Cantos

Valor: R$ 348.000,00

Metragem: 9.194 m²

EMENDA DO DEPUTADO FEDERAL FRANGÃO

- Linha São Luís

Valor: R$ 78.000,00

Metragem: 2.064 m²

- Linha Apepú

Valor: R$ 112.000,00

Metragem: 2.940 m²

- Linha Cunha Porã

Valor: R$ 175.000,00

Metragem: 4.596 m²

EMENDA DO DEPUTADO FEDERAL JOSÉ CARLOS SCHIAVINATO

- Linha Concórdia

Valor: R$ 320.000,00

Metragem: 8.537 m²

- Linha Maracanã/Arara

Valor: R$ 452.000,00

Metragem: 11.880 m²

- Linha Ajuricaba

Valor: R$ 454.000,00

Metragem: 12.036 m²

EMENDA DO EX-DEPUTADO FEDERAL DILCEU SPERAFICO/CONTRAPARTIDA

- 1ª ETAPA - Novo Horizonte a Bela Vista

Valor: R$ 547.000,00

Metragem: 7.200 

___________________________________

2020 — O prefeito municipal de Pato Bragado, Leomar Rohden (Mano) renuncia ao cargo de presidente do Conselho dos Municípios Lindeiros ao Lago Itaipu, para atender determinação legal de desincompatibilzar por ser pré-candidato a cargo eletivo no município. Em seu lugar assume a vice-presidente do Conselho, a prefeita de Mercedes, Cleci Rambo Loffi. 

___________________________________

2020 — A Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon divulga boletim epidemiológico com a confirmação de mais um novo caso positivo de pessoa acometida pelo coronavírus no município, passando de 14 para 15 positivados. -- FOTO 18 --

___________________________________

2020 — Falece o pioneiro rondonense Antonio Favarin, morador na vila Curvado, município de Marechal Cândido Rondon (PR). Seu corpo é sepultado no cemitério público da localidade citada (Capela S. Paulo/Facebook). -- FOTO 19 

___________________________________
 

2021 — Faleceo padre diocesano Adair Bennemann, vigário da Paróquia Santa Rosa de Lima, de Nova Santa Rosa (PR), aos 62 anos, devido a complicações em decorrência do acometimento de COVID 19.

Era natural de Ibicaré (SC), nascido em 31 de março de 1959, primeiro dos seis filhos do casal Nercy Aloísio Bennemann e Nairda Franzener Bennemann, sendo seus irmãos: Ademir, Ademar, Anelise, Anelori e Anemeri.

Formação Eclesiástica:

Ingressou no Seminário Sagrado Coração de Jesus, em Ibicaré (SC) e, 1972, aos 13 anos, onde permaneceu cursando da 5ª série à 8ª série do primário. Ao final, deixou a congregação, retornou para a casa da família por mais três, em Quatro Pontes, tempo em que cursou o Segundo Grau no Colégio Luterano Rui Barbosa de Marechal Cândido Rondon, Paraná.

Motivado pelo trabalho vocacional realizado na Diocese de Toledo (PR), encaminhou-se para o ingresso na vida religiosa diocesana.

De 1980 a 1983, ingressou no Seminário Maria Mãe da Igreja de Toledo, onde cursou Filosofia na Facitol.

De 1984 a 1987 ingressou na Teologia no Studium Theologicum em Curitiba. Enquanto estudante de Teologia fez estágio pastoral:

1984: Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, Curitiba.

1985-1986: Presídio de Piraquara.

1987: Paróquia Cristo Rei – Catedral de Toledo.

Recebeu as Ordens Menores do Acolitato e Leitorato em 07 de julho de 1985, enquanto cursava o segundo ano de Teologia. Recebeu o Diaconato no dia 04 de julho de 1987.

Foi ordenado Presbítero no dia 08 de dezembro de 1987, tendo como lema: “Tu és Sacerdote para sempre segundo a ordem de Melquisedec”.

Trajetória presbiteral:

Após sua ordenação, exerceu seu ministério nas seguintes comunidades:

- 09/01/1988: Vigário Paroquial da Paróquia Santo Inácio de Loyola – Jesuítas

- 19/02/1989: Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora do Carmo – Assis Chateaubriand

- 31/01/1990: Pároco da Paróquia Santo Antônio – Formosa do Oeste

- 20/02/1993: Pároco da Paróquia São Pedro – São Pedro do Iguaçu

- 1994 a 1996: Auxiliar no Seminário Maria Mãe da Igreja – Toledo

- 22/09/1996: Administrador Paroquial da Paróquia Santo Inácio de Loyola – Jesuítas

- 29/10/1999: Pároco da Paróquia Santo Inácio de Loyola – Jesuítas

- 19/07/2003: Administrador Paroquial da Paróquia São Roque – Nova Aurora

- 2004: Administrador Paroquial Paróquia N. Senhora Aparecida – Luis Eduardo Magalhães - Diocese de Barreiras – BA

- 02/03/2005: Vigário Paroquial da Paróquia Sagrado Coração de Jesus – M.C. Rondon e Administrador da Pró-Paróquia Maria Mãe da Igreja – M. C. Rondon

- 20/05/2007: Pároco da Paróquia Maria Mãe da Igreja, de Marechal Cândido Rondon, por ocasião da criação da nova Paróquia.

- 01/02/2009 a 2019: Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Guaíra)

- Desde 12 de fevereiro de 2020, Pároco da Paróquia Santa Rosa de Lima de Nova Santa Rosa.

Seu corpo foi sepultado no cemitério público da cidade de Quatro Pontes. -- FOTO 20 --

___________________________________

2022 — Decisão monocrática do ministro Kássio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), derruba a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que cassou o mandato do deputado estadual Fernando Francischini (filiado ao União Brasil).

A decisão do ministro favoreceu o retorno à Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (ALEP), dos parlamentares Emerson Bacil, Cassiano Caron¹ e Paulo Sérgio do Carmos. Os três do União Brasil (G1 online).

Os quatro deputados favorecidos pela decisão de Nunes Marques, reassumiram seus mandatos junto à ALEP no dia 06 de junho, com assinatura do termo de posse junto à presidência da Assembleia Legislativa, nos lugares dos suplentes Elio Lino Rusch, Adelino Ribeiro, Nereu Moura e Pedro Paulo Bazana que haviam assumidoantes (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 07 de junho de 2022, p. 03). -- FOTO 21 --

No entanto, em sessão de colegiado do dia 07 de junho, o Supremo Tribunal Federal, por maioria de votos, manteve a decisão do Tribunal Superior Eleitora, que decidiu pela perda do mandato de Fernando Francischini. O que implicou na perda de mandato efetivo para outros três deputados poucos dias antes empossados (Gazeta do Povo Online).
 

¹ 1º suplente do extinto partido PSl¹·¹). Assumiu por 8 dias a cadeira do subtenente Ewerton que se encontrava em licença (colaborou Elio Lino Rusch).
 

¹·¹ se fundiu com o Democratas em 06 de outubro de 2021. O que origem ao partido União Brasil (Agência Brasil Online). 

___________________________________

2023 — A Cooperativa Agroindustrial Copagril, com sede central na cidade de Marechal Cândido Rondon (PR), lança o projeto "Plantando nosso Futuro", com o plantio de 800 mudas de árvores nativas, em sua Estação Experimental.

Sobre o projeto, a cooperativa distribuiu às mídias sociais a seguinte nota:
 

       Copagril lança projeto ambiental plantando nosso futuro

       Projeto idealizará o plantio de 800 mudas de árvores nativas

       A Cooperativa Agroindustrial Copagril, visando difundir a consciência ambiental e desenvolver a prática de ações sustentáveis, lançou na última sexta-feira (02), o projeto “Plantando nosso futuro”, em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado hoje, dia 05 de junho.
       A data em comemoração ao meio ambiente foi criada em 1974 pela Organização das Nações Unidas (ONU), mais especificamente pelo Programa das
Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), e visa ressaltar a importância da preservação ambiental mediante práticas ecológicas e sustentáveis, para conservação dos recursos naturais.
       O projeto idealizado pela cooperativa, realizará inicialmente, o plantio de 800 mudas de árvores nativas, as quais serão plantadas junto à Estação Experimental Copagril, em Marechal Cândido Rondon, Paraná, mesmo local que cedia o Dia de Campo Copagril.
       As centenas de mudas serão plantas gradativamente em etapas, pelos próprios colaboradores da Copagril, como forma de reafirmar o compromisso da cooperativa com a sua visão: ser uma empresa sustentável, inovadora e referência no agronegócio.
       O ato de lançamento do projeto contou com a participação do diretor-presidente da Copagril, Eloi Darci Podkowa; do diretor vice-presidente, Cesar Luiz Petri; e do diretor-secretário, Ademir Luis Griep.
       A primeira etapa do plantio foi realizada pelos colaboradores dacooperativa que celebram seu aniversário de empresa nos primeiros meses do ano, oportunizando a eles, atuarem como geradores de riqueza material e também, como agentes de melhoria ambiental para o presente e futuras gerações.
       A colaboradora Istelamares Machado Trento, que trabalha na Copagril há 36 anos, expressou grande satisfação ao participar da iniciativa. A rodovia aqui em frente é a rota do meu filho, que trabalha em Cianorte. Sempre que passar por aqui ele poderá ver a árvore que a mãe dele plantou neste dia. Fiquei emocionada em participar deste projeto, relatou.
       A iniciativa manifesta o propósito da cooperativa em adotar ações alinhadas com as boas práticas ambientais, procurando sempre o desenvolvimento econômico alinhado com as melhorias sociais e ambientais, prezando por um mundo mais sustentável e consciente.

       Ação no Mato Grosso do Sul

       Com a expansão dos negócios para o estado do Mato Grosso do Sul, a cooperativa reforça seu compromisso ambiental também nessa região. Para isso realizará, na quarta-feira (07/06), uma ação em parceria com a Prefeitura de Eldorado, dentro da programação da Semana do Meio Ambiente.
       Trata-se de uma palestra seguida de treinamento teórico e prático para recuperação e conservação de nascentes de água. Estima-se a presença de aproximadamente 50 produtores rurais, que terão a oportunidade de se tornar multiplicadores desta ação em suas respectivas propriedades. Além dos trabalhos na nascente, serão plantadas 100 mudas nativas para recomposição da área de preservação permanente.

 


Saber mais, clique aqui

__________________________________

2023 — A ex-jogadora de basquete da Seleção Brasileira, Hortência Marcari, ministra palestra em Marechal Cândido Rondon, a convite da Cooperativa Agroindustrial Copagril, para os profissionais da Capacitação Fênix de Liderança. -- FOTO 22 --
 

Saber mais, clique aqui

__________________________________

2023 — Inicia e segue até o dia seguinte, sempre com começo ao final da tarde, o 1º Arraiá Marechal. Uma festa popular aberta aos muncícipes, no Centro de Eventos do Parque de Exposições de Marechal Cândido Rondon, com a participação de escolas municipais e centros municipais de educação infantil CMEIs).

O folguedo, em seus dois dias, foi animado pelo grupo musical Kelvin Diniz¹ e banda (nota do pesquisador). -- FOTOS 23 e 24 --
 

¹ É baiano, da cidade de Capim Grosso, mas musicalmente formado em Serra Talhada, Pernambuco, de onde traz toda sua referência forrozeira. Sanfoneiro e forrozeiro, participante de diversos eventos em vários estados do Brasil, incluindo duas edições do Festival Internacional Roland de Acordeon, do qual foi finalista nas duas edições.  Produtor, professor e músico profissional, ele se dedica artisticamente, exclusivamente ao verdadeiro forró da tradição nordestina.

___________________________________

2023 — O cartão de crédito do SICREDI é o preferido entre os brasileiros. A revelação é da  Pesquisa Nacional de Cartões de Crédito (PNCC), realizada pela CardMonitor em parceria com o Instituto Medida Certa.

No estudo, 60,9% dos usuários que possuem mais de um cartão responderam que preferem o emitido pela instituição financeira cooperativa de crédito colaborativo. O Sicredi também obteve a primeira posição no ranking de atendimento para cartão de crédito com 83,6% de satisfação, uma vantagem de 8,7 pontos percentuais em relação ao segundo colocado.

Quanto ao resultado alcançado pela pesquisa, diretores do Sicredi assim falaram: 
 

“O Sicredi é uma organização de pessoas para pessoas. Nosso diferencial está na maneira próxima como nos relacionamos com nosso associado, com ele no centro da relação. A satisfação de 83,6% com a nossa central de atendimento é motivo de orgulho, visto ficamos muito acima da média de mercado, de 61,5%”, afirmou Cristina Duclos, diretora executiva de Marketing e Experiência do Sicredi.  
 

“Buscamos oferecer os melhores produtos e serviços para nossos associados. Termos o cartão de crédito preferido do Brasil é a confirmação de que estamos oferecendo um serviço de excelência, prático, confiável e com vantagens reconhecidas pelos nossos associados”, salientou Odair Dalagasperina, diretor executivo de Produtos e Negócios do Sicredi. -- FOTOS 25 e e 26 --


__________________________________

2023 — É assinada a ordem de serviço, investimento de 7.754.785,59 reais, em favor da empresa rondonense De Bona Wild & Cia., vencedora do processo licitatório, para revitalização da Praça Willy Barth¹, de Marechal Cândido Rondon (nota do pesqusiador). 
 

¹ Com inesperado falecimento do proprietária da construtora, engenheiro civil Carlos Roberto Wild, em 01 de setembro de 2023, os herdeiros decidiram em rescindir o contrato com a municipalidade. E nova licitação teve que ser realizada. 

__________________________________

2023 — 44 produtores rurais paranaenses¹ começam viagem técnica à Israel, promovida pela Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP). O périplo pelo país do Oriente Médio é concluído no dia 11 de junho.

 Em terras israelenses os exursionistas visitaram "centros de pesquisa, propriedades rurais, a Bolsa de Valores de Tel Aviv e a cidade de Jerusalém para conhecer o que há de inovador em produção agropecuária, para inspirar líderes rurais do Paraná" (Boletim Informativo da FAEP. Curitiba: ano XXXVIII, nº 1.589, ed. 16 de junho de 2023, p. 12 a 15).
 

¹ De Marechal Cândido Rondon, escursionou o líder rural Edio Luiz Chapla, presidente do Sindicato Rural Patronal (nota do pesquisador).

___________________________________

2024 — É domingo. O dia amanhece na cidade de Marechal Cândido Rondon com temperatura de 16 graus e ventos do quadrante Nordeste, brisa. Céu sem nebulosidade. A temperatura máxima do dia atinge os 25 centígrados (nota do pesquisador). -- FOTOS 27, 28 e 29 --

___________________________________

Compartilhe

COMENTÁRIOS

Memória Rondonense © Copyright 2015 - Todos os direitos reservados