ENTREVISTA

Nair Klauck Weirich - a primeira empregada doméstica

"A gente era tão pobre que meus pais não tinha dinheiro para pagar a mudança para o Paraná (...) "

GALERIA: ACERVO FOTOGRÁFICO DA FAMÍLIA DE ARLINDO E NORMA LAMB

  • Grupo de senhoras pioneiras: ao fundo, em pé:  1ª  - não identificada; 2ª - Alivine (nascida Reuter) Strenske; 3ª não identificada; 4ª -  não identificada; e 5ª - Herta Scherer. 
Sentadas: 1ª  Paulina (nascida Kalkmann) Nied; 2ª - Veleda (nascida Haas); 3ª - Norma (nascida Pöttker) Lamb;  e 5ª - Erica (nascida Hauschild) Schwambach.
  • Casal Norma (nascida Pöttker) e Arlindo Alberto Lamb fotografado no dia da comemoração de suas Bodas de Ouro, em
  • Casal Norma e Arlindo Alberto Lamb (sentados) fotografados com o casal amigo Miloca (nascida Seefeld) e Arlindo Schwantes na comemoração de suas Bodas de Ouro.
  • Bodas de Diamante (60 anos de casamento) do casal  Mathilde (nascida Bisnfeld) e Benno Lagemann comemoradas em 20 de abril de 2000, com o casal Norma e Alberto Alberto Lamb.
  • Prefeito municipal de Toledo, Egon Pudell (primeiro a esquerda), expondo a proposta de desligar a cidade de Marechal Cândido Rondon e a sede distrital de Quatro Pontes da rede de fornecimento de energia elétrica produzida pela extinta hidrelétrica do Rio Guaçu. 
A ideia do desligamento foi motivada pelo fato da emancipação político-administrativa de Marechal Cândido Rondon, em 1960. 
Á esquerda do prefeito de Toledo, Arlindo Alberto Lamb, prefeito municipal de Marechal Cândido Rondon e o vereador Helmuth Priesnitz, presidente da Câmara  Municipal Rondonense.
  • Momento do discurso do prefeito Arlindo Alberto Lamb rebatendo com veemência a proposta da administração do município de Toledo de terminar com o fornecimento de energia elétrica para Marechal Cândido Rondon e Quatro Pontes. 
A pessoa em pé não foi identificada.
  • Dr. Friedrich Rupprecht Seyboth (médico), cumprimentando os senhores Willy Barth ( de camisa clara listrada) e Wilson Carlos Kuhn (camisa escura) da prefeitura de Toledo, durante evento no antigo Clube Aliança, em Marechal Rondon.
  • Jovens pioneiros rondonenses em comoração carnavalesca no antigo Clube Aliança, localizado no centro da cidade de Marechal Cândido Rondon. 
Na foto, ao fundo, em pé, da esquerda à direita: 7ª pessoa - Auri Zart.
Sentados, na primeira fila: 4ª pessoa é Ilário Kehl (Alemão Louco), locutor de rádio. Atrás dele, sentado, é Zeno Kempfer (camiseta branca e barbicacho). 
Demais não identificados.
  • Caminhão para transporte de madeiras junto ao depósito da Maripá na então Vila de General Rondon. 
O depósito fica à Rua Cabral, entre a Avenida Rio Grande do Sul e a Rua Santa Catarina, à esquerda, no sentido sul-norte.
  • Na foto, sentados, da esquerda à direita: 1ª - não identificada, 2ª -  
 o pioneiro Benno Weirich, 3ª - a pioneira Alice (nascida Ahmann) Weirich, 4ª - criança não identificada e 5ª - o pioneiro Rudi von Borstel.
  • Pioneiros rondonenses. 
Da esquerda à direita:  1º - Hedo Schneider (distribuidor Brahma e refrigerantes), 2º ao 5º - não identificados, 6º - comerciante Carlos Kleemann,  7º ao 8º - não identificados, 9º - comerciante de carnes e ex-vereador  Helmuth Koch, 10º - prefeito municipal Arlindo Alberto Lamb, e 11º - não identificados.
  • Desfile de carro alegórico na Avenida Rio Grande do Sul durante comemoração da festa do município de Marechal Cândido Rondon. 
Esta imagem pode ser  do primeiro desfile de carros alegóricos que aconteceu  na festa do município de Marechal Cândido Rondon.
  • Vista do Arroio Felicidade junto as terras de Arlindo Alberto Lamb, no atual município de Entre Rios do Oeste. 
O curso d'água e as terras foram alagadas com a formação do reservatório da Itaipu Binacional.
  • Prefeito municipal Arlindo Alberto Lamb discursando num evento católico da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, tendo ao seu lado o padre Cristiano Wiemann, segundo vigário da mencionada paróquia.
  • Norma Arndt e Eldor Egon Lamb (irmão de Arlindo Alberto Lamb).
  • Na foto, da esquerda à direita: 1º - comerciante Alli Alberto Weimann, 2º - os dois ao fundo não identificados, 3º - cartorário Levi Martins Gomes, 4º - vereador Ariovaldo Luiz Bier e 5º - comerciante Helmuth Koch.
  • Prefeito Arlindo Alberto Lamb mostrando o presente recebido do publico participante da festa junina.
  • Prefeito Municipal Arlindo Alberto Lamb sendo presenteado pelos participantes da festa junina.
  • Arlindo Alberto e Norma Lamb, ela segurando o penico com o qual o casal foi presenteado na festa junina.
  • Prefeito Arlindo Lamb saindo de carro a Foz do Iguaçu para retirar  na agência do Banco do Brasil, em Foz do Iguaçu, o primeiro repasse de recursos do Governo Federal ao município de Marechal Cândido Rondon.
  • Arlindo Alberto Lamb ao chegar de retorno a Marechal Cândido Rondon com os recursos federais sacados na agência do Banco do Brasil, em Foz do Iguaçu.
  • Outro momento da festa junina. 
Á esquerda, em pé, de terno branco: Arlindo Alberto Lamb. 
De cócoras, primeiro à esquerda, o pioneiro Harry Feiden.
  • Casal Norma (nascida) Pöttker) e Arlindo Alberto Lamb com as filhas Ledi e Mirta.
  • Queda d'água do Arroio Felicidade, nas terras que pertenceram a Arlindo Alberto Lamb. 
A  queda desapareceu com a formação do Lago de Itaipu.
  • Pioneiros rondonenses no Porto de Guaira à frente do Vapor
  • Primeira igreja da Comunidade Evangélica Martin Luther. 
Foto feita com trabalho de arte do fotógrafo, o imigrante alemão, Heribert Hans-Joachim Gasa,  por ocasião da comemoração do 10º aniversário da entidade religiosa.
  • Vista aérea do complexo da Copagril na sede municipal de Marechal Cândido Rondon, na década de 1970.
  • Coral feminino do então Colégio Sagrado Coração de Jesus, de Quatro Pontes. 
Ao fundo, em pé, de camisa branca, o vereador Helmuth Priesnitz, presidente da Câmara Municipal de Marechal Cândido Rondon
  • Porco com mais de 100 kg, era o peso mínimo que tinha que ter para ser vendido para o frigorífico. 
Com o decurso dos anos e com a suinocultura moderna, esse peso foi diminuindo.
  • A criação de suínos, na época, mais conhecido como engorda de porcos, foi a atividade econômica mais forte entre os colonos de Marechal Cândido Rondon, nas décadas pioneiras de 1950, 1960 e 1970. 
A antiga designação de criador de porco foi substituída por suinocultor.  E porco, passou a ser suíno. 
A antiga designação de colono é agora agricultor ou empresário agrícola .
  • Outra imagem da engorda de porcos.
  • Fanfarra da antiga Escola Normal Ginasial de Marechal Cândido Rondon. Hoje, Colégio estadual Eron Domigues.
  • Senhora Norma Lamb recebendo de Norbert Rieger, representante da Casa Rieger referente a aquisição de uma máquina de lavar-roupas. 
À esquerda, Arlindo Alberto Lamb, marido da senhora Norma.
  • Festa junina na década de 1960, na cidade de Marechal Cândido Rondon. 
Local da comemoração não identificado.
  • Colegiais do antigo Colégio Sagrado Coração de Jesus , de Quatro Pontes, administrado pelas irmãs da congregação da Divina Providência. 
Na primeira fila, sentados: 1º - não identificado, 2º - padre Aloísio Baumeister SVD; vigário da Paróquia Nossa Senhora da Glória, de Quatro Pontes; prefeito municipal Arlindo Alberto Lamb. As irmãs não identificadas.
  • Marechal Cândido Rondon no começo da década de 1960. 
Vê-se, à esquerda, o telhado do extinto Bar Floresta, também conhecido como
  • Avenida Rio Grande do Sul, vista a partir da rua Independência, sentido leste-oeste. 
A direita, a primeira construção do Posto Esso, de propriedade dos irmãos Edvino e Rudi von Borstel. 
A esquerda,  o prédio das Lojas Tupinambá, de propriedade de Ildefonso Portelinha; e ao fundo, prédio de dois pisos, a Casa Rieger.  Naquela época, filial da Pindorama S.A., da capital paulista.
  • Atual igreja da Comunidade Evangélica Luterana Cristo, na sede municipal de Marechal Cândido Rondon, por logo após a sua conclusão.
  • Este músico se apresentou em várias oportunidades na cidade e no interior do município de Marechal Cândido. 
Os dados biográficos do artista podem ser conferidos no endereço eletrônico: <http://www.ihu.org.br/historia.php >.
  • Inauguração da Rádio Difusora Rondon, em 19 de novembro de 1966. 
Da esquerda a direita: Arlindo Alberto Lamb, sócio-proprietário da emissora; Ilário Kehl (Alemão Louco), operador de som; Antonio Maximiliano Ceretta, diretor da rádio;  Noemi Strelow (locutora); Ana Elisa Baumann (secretária); e Liselotte Strenske (locutora).
  • Ônibus (marca International) da Empresa Rio Paraná, de propriedade de Arlindo Alberto Lamb e irmãos.
  • Outro ônibus da Empresa Rio Paraná. 
No final da década de 1960, a empresa foi vendida para a Expresso Princesa dos Campos, de propriedade dos Irmãos Gulin, de Ponta Grossa.
  • Santinho da campanha eleitoral de Arlindo Alberto Lamb a primeiro prefeito de Marechal Cândido Rondon.
  • Ordenação da padre Alois Mann em solene realizada no Clube Aliança. 
À direita, o funcionário público Romeu Sauer.
  • Mais um
  • Vila de General Rondon  no começo da década de 1950
  • Outra vista da então vila de General Rondon na década de 1950.
  • A então vila de General Rondon em meados da década de 1950
  • Cabine  que abrigava o transmissor da então Rádio Difusora Rondon, que esteve instalada aos fundos do Teatro Municipal. 
A rádio agora é Rádio Difusora do Paraná. 
Os novos transmissores da emissora agora estão instalados na Linha Peroba.
  • A falta de nitidez da fotografia não permite uma identificação segura da equipe. 
Tudo indica que seja o time do Oeste Paraná Futebol Clube. 
Entre os atletas em pé, o 5º da esquerda a direita, é o Dr. Aylson Confúcio de Lima.
  • Outra imagem da cabine  do transmissor da Rádio Difusora Rondon.
  • Posse do padre João Assmann SVD como primeiro vigário da Matriz Católica Sagrado Coração de Jesus. 
Da esquerda a direita:  1º - Wilson Carlos Kuhn discursando; 2º - prefeito municipal Arlindo Alberto Lamb; 3º - senhora não identificada; 4º - religioso não identicado; 5º - coroinha não identificado; 6º bispo diocesano D. Armando Círio; e 7º - padre João Assmann SVD.
  • Outro momento da solenidade de posse do Padre João Assmann SVD como vigário da Paróquia Sagrado Coração de Jesus. 
Da esquerda a direita: 
 1º - vereador Helmuth Priesnitz, presidente da Câmara Municipal de Marechal Cândido Rondon, 2º - bispo diocesano D. Armando Cirio;  3º - Arlindo Alberto Lamb, prefeito municipal;  4º  - padre João Assmann; 5º - religioso não identificado; e 6º - professor Valdomiro Liessem (ao fundo), diretor municipal de Educação e Cultura
  • Prefeito municipal Arlindo Alberto Lamb saudando o Padre João Assmann SVD pela sua posse como primeiro vigário da Paróquia Sagrado Coração de Jesus.
  • Comemoração da eleição de Werner Wanderer e Dealmo Selmiro Poersch como segundo prefeito e vice-prefeito de Marechal Cândido Rondon, respectivamente. 
A comemoração aconteceu na junção da Rua Santa Catarina com a Avenida Maripá.
  • Outro detalhe da comemoração da vitória de Werner Wanderer e de Dealmo Selmiro Poersch.
  • Visita de Willy Barth (pé) a prefeitura municipal de Marechal Cândido Rondon. 
O primeiro, a esquerda é Osvino Lemke, primeiro secretário de Administração de Marechal Rondon; e na sequência, é Wilson Carlos Kuhn, da prefeitura municipal de Toledo. E, a direita, Arlindo Alberto Lamb, primeiro prefeito eleito do município de Marechal Cândido Rondon.


Memória Rondonense © Copyright 2015 - Todos os direitos reservados